Nadando

47628_585025021524555_337738647_n

Se não  tomamos o rumo que eu queria, isso não é tão mau (so para não dizer “tudo bem”). Se você não quis dar rumo ao nosso barco, também não é tão mau. Nosso vento foi fraco. Eu queria ventania. Ancoramos no meio do caminho, sem desculpas, sem explicação, sem motivos. Ainda estou sem entender como chegamos a ancorar aqui no meio do nada. Nada. Nadei. Você mudou de rumo, me deixando só e tive que nadar pra não me afogar em tentar entender “por que tivemos que parar aqui? Por quê?”.

Ainda aguardo respostas, mas mais do que isso, espero que não me deixe para trás nas tuas novas aventuras, que o mesmo mar que nos uniu não te deixe esquecer do que vivemos, que as ondas não levem mais do que a saudade, só para que eu fique bem.

Vez ou outra ainda me afogo, vez ou outra ainda preciso arrumar forças para nadar.

yanna

Anúncios

O que levarei de 2012

Fim de ano é o tipo de período que não dá pra deixar passar em branco sem relembrar, agradecer…

Vou tentar falar desse ano em ordem  cronológica, mas não seri se vai dar muito certo, já avisando… vamos lá!

Esse ano desde seu primeiro segundo (em Lagoinha) já me mostrou uma prévia de o quão bom seria e o quanto eu poderia mudar e aprender em seu decorrer.
Conheci gente nova, me tornei mais próxima de quem já conhecia a um tempo.

E ainda falando do começo do ano, pude conhecer digamos que uma parte da família da Laris, e agradeço aqui a cada um por todos os dias que pude passar com vocês, cada um merece meu respeito, são realmente adoráveis e amo ver a harmonia que existe entre vocês. Além de ter sido o ano em que evidentemente nos tornamos mais próximas, nossa amizade cresceu baaastante! E tem tudo pra se fortalecer ainda mais viu princess?

578439_185347088253101_1729826944_nyes424531_3389946065954_1188673490_3469441_991023252_n421721_3390048788522_1188673490_3469560_32927751_n

Mas também perdi pessoas, tanto por morte quanto por, por… Bem, não sei o motivo, realmente não sei, mas quem eu tinha uma enorme consideração acabou se afastando de mim, de forma inexplicável , o que fez com que eu enxergasse a real essência da tal pessoa. E já deixei de tentar buscar na memória o que pode ter causado isso.

Mas sabe aquela história que nada nem ninguém sai da sua vida por acaso e que se algo sai algo melhor há de chegar? Pois bem, ai a Anna Larissa entrou na minha vida e posso afirmar que foi uma das melhores coisas que me aconteceu esse ano.

DSC01375lala
Já nos conheciamos a 8 anos e já chegamos a nos “quase-odiar”, fomos tantas vezes à secretaria do colégio por causa de briguinhas! haha. Até que isso foi se amenizando com o tempo e depois dela ter passado um ano em Fortaleza, quando voltou a nossa aproximação foi meio que instantânea e surgiu uma amizade sincera, e eu realmente agradeço por tê-la na minha vida. Mudou minha forma de ver o mundo, até minha auto-estima.

Eu amo você tigroa, e é como você disse: nossa história tá so começando.

SAM_1078

Outra pessoa que eu já conhecia a aaaaanos e que minha timidez, e talvez a diferença mesmo que as idades proporcionavam, me impediam de criar um vínculo maior era a Kylvia. Criei uma confiança enorme em ti, além de adimiração! ♥

DSC060110

Então, esse ano aprendi demais, fui mais feliz, transtornos houveram sim, mas por conviver esse pessoal maravilhoso consegui ver a vida de outra forma, ser mais leve.

Amizades antigas permaneceram, novas vieram, aprendi até que uma amizade colorida não faz mal a ninguém, ou duas.

Até salvei a vida de uma gatinho.

Gente, foi coisa demais esse ano, vou escrevendo aqui e vem cada vez mais coisas em mente, mas já to achando o post muito longo, então resumo o restante (não tudo) em imagens.

DSC04978 cat1

??????????????????????????????? DSC06518 6 confiançalindjas4 foto-1351861049 DSC_2244  _SAM3413 cópia DSC06023

Falta muita foto ainda e falta citar tanta gente, mas tenho consciência que post longo é muito cansativo, mesmo me dando um aperto no coração por não falar detalhadamente de cada momento, de cada pessoa.

Fica aqui meu desejo de um 2013 surreal para todos nós! beeeeeeijos.

yanna

Como se explica?

Como se explica a saudade de um abraço,
A vontade de uma companhia num fim de tarde gostoso, uma pessoa capaz de transformar um domingo entediante em um dia inesquecível;
Como se explica uma pessoa que faz a gente sentir falta dela como uma criança sente falta de um cobertor ?
Como se explica aquele aperto que dá no peito só de lembrar de cada gesto, tentar decifrá-los (afinal, o que você quer de mim?), e até de pensar que poderia ter aproveitado melhor cada minuto?
A gente  acaba se enchendo de perguntas, se enchendo de lembranças, de saudade, melancolia e até nostalgia, além de uma vontade grande de ta junto.

yanna