Vamos rir um pouco? Vídeos que mudaram meu sábado

Hoje o dia foi bem descontraído, incluindo tios compartilhando conhecimentos de youtube, hahaha, me mostraram uns vídeos que eu ri tanto que achei digno de compartilhar com vocês também, até porque é  bem raro postagens aqui que provoquem risos. Um besteirol muitas vezes é  bem vindo nessa vida as vezes tao igual.

1- Uma super produção cearense, diretamente do North Shopping de Fortaleza! Reparem o quanto o segundo intérprete ta sabendo legal o que fazer, em toda emoção que eles põem na interpretação. HAHAHAHA

2- Outro que considero GENIAL. Uma bela paródia de You’re beautiful, do James Blunt, quem não conhece o vídeo original seria uma boa dar uma conferida antes para notar as semelhanças, suhaushaushaushaus.

3 and 4- Gente, esses dois meninos são engraçados DEMAIS, mesmo se não tivesse a música eu iria rir do mesmo jeito. Tem  vários vídeos deles no youtube, mas dos que eu vi, considero esses os melhores.

yanna

Anúncios

Bullying

Entãão meu povo! Sei nem quantos dias passamos sem postar aqui :/

Mas pra compensar, esse será tipo um post “duplo”, e a idéia foi do Osmar, postar uma produção textual que a gente fez pra escola, a respeito do Bullying. Eu sei, eu sei, postar produção textual é tosco e bullying já é um assunto muito batido, mas acho que vale a pena perder um tempinho lendo. (vale mesmo? o_o)

Então, vocês lerão (vão mesmo ler?  *-* ) uma visão de cada um dos blogueiros lindos do coração de vocês a respeito do Bullying. Boa leitura!rs.

Bullying na visão de Yanna:

A expanção do Bullying.

       O Bullying está cada dia ganhando mais destaque nas conversas à respeito do rumo que a sociedade está levando, e principalmente ganhando seu lugar na mídia, o que nos dá a errada impressão de que trata-se de um assunto novo, mas pelo contrário, o Bullying sempre esteve em nossas vidas, a diferença é justamente essa; a exposição que alguns casos vem ganhando ao longo do tempo e fazendo com que a população tenha conhecimento deles.

       Só pra termos uma idéia do quanto esse assunto já é nosso conhecido, quantas vezes você  já presenciou em sua escola ou até mesmo em local de trabalho, pessoas que muitas vezes até sem motivo aparente, eram excluídas de grupos, recebiam apelidos nada agradáveis ou até mesmo agressões físicas? Acredito que muitas. E quantas vezes procurou ajudar a vítima a enfrentar aquilo? Talvez nenhuma. Isso é, se você não tiver sido a vítima ou até mesmo, quem sabe, o agressor.

       Geralmente o que acontece é isso, a vítima é alguém frágil, que não tem como revidar às agressões e muito menos tem alguém ao seu lado que possa ajudar naquilo, e quem presencia quer passar longe daquilo, acha melhor não se envolver nem mesmo para ajudar quem sofre bullying, por medo até de tornar-se o próximo alvo do agressor.

      Dessa forma, diante desse problema que cada vez mais torna-se parte de nossa vida e cotidiano, a ponto de passar de forma despercebida por nós, resta apenas abrirmos os olhos e enfrentar a dura realidade que nos cerca, porque é dividindo opiniões e trabalhando juntos com o mesmo objetivo que aos poucos as soluções aparecem.

Bullying na visão de Osmar:

é aquele bixim de fazer café, e acho que dá pra fazer chá também!

é.

até o próximo post aleatório, ou não. 😀

Nosso Brasil…

Eai povo fei…Como é que ta?

Tava  sem ideia pra postar ai surgio um ideia do nada…PRECONCEITO REGIONAL!

Tipo para quem não mora  no Amazonas, Pará e essas região do Norte, acha que tudo q tem la é só indio ,o povo imagina isso:

Mas as coisas não é assim não, la também deve ter gente civilizada(eu acho), mas nada contra essa região, nem ligo pra escreves sobre eles ,eles num vão ler mesmo, la nem coca-cola chego, quem dirá internet.

O Rio Grande do Sul,o que escrever sobre eles?! Digamos o que nos chamamos de viado, eles chamam de conterrâneo. Mas nada contra opção é deles.

Ceará, minha terrinha, por  mais que todo o Sul e Sudeste não gostem muito de nozes, nada contra eles, é inveja mesmo.E pois é aqui todo mundo pensa que não tem agua, e que tem que e buscar a 1.534.534.535.489 de quilmetro num laguinho de 1 mm² de água, e  trazer num balde na cabeça e que toda criança tem esquitosomoze(Eu não sei escrever  “esquitoçomose”). pois é gente as coisa aqui não é assim, porém existe sim isso, com muita freqüência, no sertão nordestino, existe pessoas vivendo na miséria extrema, até que tão fazendo alguma coisa pra isso. mas isso é outro post…

Voltando ao assunto, outra região que sofre muito preconceito é o Acre, e todos tem a mesma dúvida: O Acre realmente existe? O que existe quando chegamos lá? Essas e outras perguntas  são só mais um mistério que ninguém consegue explicar.

Centro-Oeste, mas especificamente Goiás , eu não vou falar muito, vou fazer perguntas e você tira suas conclusões: Cite 10 pessoas que nasceram em Goiás? (Se você lembrar de pelo menos 1 que não seja cantor sertanejo, vc é especial).Cite  10 cantores sertanejo que não nasceram no Centro- Oeste.(Vai conseguir no máximo 3).

Piaui, ao contrario tu que todos pensam la não é ‘muito’ quente, na verdade la é EXAGERADAMENTE QUENTE, dizem que para ir pro Piaui tem que fazer estagio no inferno, olhe essa foto tirada no dia mais frio do ano, os moradores estavam usando casaco e tudo:

Pois é gente, e até a semana que vem, com mais um de onde veeem…lá! lá! lá! lá! lá! LÁ! ♫

Xau…

Osmar