Fora do traço

tumblr_mzgheiZUga1qhup4ao1_1280

Estudar, ter um “bom emprego” que lhe assegure vida boa, que lhe dê condições financeiras para fazer o que tiver vontade. Tem gente que planeja a vida assim. Decide suas ações nessa ordem, traça as linhas, faz os planos, segue a risca.

Por um tempo eu também tracei meus planos assim, estudaria Direito numa universidade federal ou numa boa particular, ganharia bem como advogada e isso me possibilitaria ter minha fazenda com bois, vacas e cavalos, ajudar de alguma forma as pessoas do sertão cearense e ainda viajaria pra onde quisesse nas férias, além de poder ter o que precisasse.

Resolvi inverter isso tudo.

Se antes eu planejava baseado em como gostaria que fosse o meu futuro, agora eu me baseio apenas no presente. É no presente que nós vivemos, é nele em que as necessidades da alma vão aparecendo e se modificando, são essas necessidades que agora me guiam. Hoje parei de olhar as possibilidade de resultados que poderiam vir daqui há anos e resolvi olhar pra mim hoje, pra minha alma e até pro meu passado, pra minha trajetória, acho que isso sim é que deve nos guiar. E com essa inversão, agora fica assim: fazer o que tiver vontade, assim posso ter chances de possuir condição financeira compatível com minhas necessidades, alguma dúvida de que assim vou achar meu emprego maravilhoso e minha vida melhor ainda? Dizem que não há dúvidas nisso, mas que são poucas as pessoas que arriscam inverter os traços ou fugir dos tradicionais.
To tentando [ar]riscar meus traços a cada dia.

yanna