Nadando

47628_585025021524555_337738647_n

Se não  tomamos o rumo que eu queria, isso não é tão mau (so para não dizer “tudo bem”). Se você não quis dar rumo ao nosso barco, também não é tão mau. Nosso vento foi fraco. Eu queria ventania. Ancoramos no meio do caminho, sem desculpas, sem explicação, sem motivos. Ainda estou sem entender como chegamos a ancorar aqui no meio do nada. Nada. Nadei. Você mudou de rumo, me deixando só e tive que nadar pra não me afogar em tentar entender “por que tivemos que parar aqui? Por quê?”.

Ainda aguardo respostas, mas mais do que isso, espero que não me deixe para trás nas tuas novas aventuras, que o mesmo mar que nos uniu não te deixe esquecer do que vivemos, que as ondas não levem mais do que a saudade, só para que eu fique bem.

Vez ou outra ainda me afogo, vez ou outra ainda preciso arrumar forças para nadar.

yanna

inspiração: pés

Olá, a inspiração de hoje são fotos de pés. Acho que muitos ja sabem que gosto de fotografar e quem me conhecem bem sabe que tiro muitas fotos dos meus pés sem motivo algum, pois eles não são nada bonitos. Muitos já me perguntaram o porquê de tirar fotos deles, e minha resposta é sempre a mesma “não sei”. Já fui até mesmo chamado de doido, mas não se dá ouvido a isso.

 Então separei algumas fotos e espero que gostem e vejam como pode ser divertido tirar dos seus próprios pés.
Viram, não é preciso de muitas coisas para tirar fotos legais, só o que precisa é de um pouco de criatividade e um bom efeito, e os meus preferidos são os filtros vintages, mas isso vai pelo gosto de cada um. Espero que tenham gostado e até o próximo post.
Todas as fotos foram tiradas do weheartit.
valberto

Vamos rir um pouco? Vídeos que mudaram meu sábado

Hoje o dia foi bem descontraído, incluindo tios compartilhando conhecimentos de youtube, hahaha, me mostraram uns vídeos que eu ri tanto que achei digno de compartilhar com vocês também, até porque é  bem raro postagens aqui que provoquem risos. Um besteirol muitas vezes é  bem vindo nessa vida as vezes tao igual.

1- Uma super produção cearense, diretamente do North Shopping de Fortaleza! Reparem o quanto o segundo intérprete ta sabendo legal o que fazer, em toda emoção que eles põem na interpretação. HAHAHAHA

2- Outro que considero GENIAL. Uma bela paródia de You’re beautiful, do James Blunt, quem não conhece o vídeo original seria uma boa dar uma conferida antes para notar as semelhanças, suhaushaushaushaus.

3 and 4- Gente, esses dois meninos são engraçados DEMAIS, mesmo se não tivesse a música eu iria rir do mesmo jeito. Tem  vários vídeos deles no youtube, mas dos que eu vi, considero esses os melhores.

yanna

Sobre amizade virtual

Muitas pessoas veem a amizade virtual como um tabu, enquanto outra veem como a melhor coisa do mundo. Eu vejo apenas como uma amizade como qualquer outra. Não sei se por ter morado em várias cidades por pouco tempo (2 ou  3 anos sempre), acabo tendo mais contato com meus amigos via internet/celular, então pra mim é como se fosse a mesma coisa.

Hoje em dia é mais difícil pra mim fazer uma amizade virtual, mas teve um tempo em que praticamente eu não conhecia pessoalmente nem um dos meus melhores amigos. Acontece que na internet você encontra pessoas com gostos muito parecidos com o seu, sabe aquela velha história de “quem é legal mora longe”? É basicamente isso. Mas assim como toda amizade, chega uma hora que as novidades, as compatibilidades e tudo mais acaba, e aí, o que resta é: a pessoa se torna um conhecido, ou se torna um amigo. Mas amigo daqueles de verdade, sabe? E é aí que eu queria chegar, porque é incrível o número de amigos que eu tenho virtualmente, amigos de muuuuito tempo mesmo. Tem Yanna, que eu conheço desde a época do flickr e faz tanto tempo que pra ser bem sincera nem lembro como nos conhecemos, com quem recentemente fiz uma parceria para o blog Agora É Moda ,  e com quem contei muito em alguns momentos muito difíceis em minha vida e eu sei que ela também contou comigo em alguns momentos da vida dela. Tem Celso, do RJ vejam só, que eu aaaaamo de paixão, nós somos provavelmente as piores pessoas da Terra, com quem compartilho todo nome estranho que vejo em qualquer lugar e quem desde a época que eu conheci é a pessoa que eu posso contar tudo que eu sei que vai me entender, é meu melhor amigo virtual. Tem Monalisa, minha amiguinha linda que conheci quando ela ainda ia fazer 15 aninhos, trocamos várias cartinhas, fotos e mimos durante anos, quem eu com certeza estarei no casamento. Enfim, tem muita gente mesmo! E ainda tem aqueles que apesar de não ter tanta amizade você sente como se conhecesse a pessoa, porque você acaba acompanhando a vida dela pelas redes sociais. São pessoas de todo canto, que eu tenho muita vontade de conhecer.

Não estou aqui levantando a bandeira de “sejam anti sociais, só tenham amigos virtuais” tenho meus amigos “reais” com quem também posso contar sempre, que me divertem, que eu amo, só queria reconhecer meus amigos que estão longe, mas que fazem toda diferença em minha vida.

bloggermi

Pra Ser Feliz

Inspirados no comercial do Pão de Açúcar com a linda da Clarice Falcão, respondemos: O que faz você feliz? O que você FAZ pra ser feliz?

(tivemos um probleminha para postar o video, mas segue o link: http://www.youtube.com/watch?v=WNLftiKay8k)

580836_487483657939951_177117868_n

Mirella.
Primeiramente, o que me faz infinitamente feliz é a presença do meu Deus em meu coração. Saber que Ele é comigo dissipa toda tristeza.
Estar com meus amigos/familiares, reunir para assistir filme, jogar, tocar/cantar, tomar tereré, conversar abobrinha e rir. Sou muito boba pra rir, então isso não é muito difícil.Caminhar me faz feliz também. Morro de preguiça de academia, então caminho, e isso me distrai. Outra coisa que me distrai e afasta a tristeza é ler ou ouvir música.
E claro que além dessas coisas que são bem simples, o fato de eu ter o melhor amor do mundo não me permite ser nada menos que feliz. ❤

558134_394400637282700_1841572551_n

Valberto.
O que faço pra ser feliz é estar perto de quem gosto, família, amigos e das minhas cadelas. Ver filmes, ouvir musicas, sair com os amigos para conversar e rir de praticamente tudo. Cantar bem auto minhas música, desenhar e até mesmo dança sozinho no meu quarto nos momento de tédio, dormir tarde (acordar tarde) e não podendo esquecer das minhas lindas férias. Comer realmente me deixa feliz, ler um bom livro de vez em quando, fotografar, internet e ganhar presentes. Ajudar alguém, tirar um simples sorriso de uma pessoa triste, olhar para o céu e tomar um banho de mar (saudades). Mas ultimamente o que tem me deixado mais feliz é falar com quem amo. E não esquecendo a presença de Deus no meu coração, sabendo que Ele estará sempre me protegendo e mandando embora todas as tristezas.

blog4_957897477_n

Yanna.
Posso dizer que me tornei mais feliz depois de aprender a ser mais paciente, saber lidar com as situações e saber que se algo não deu certo hoje, há outros dias pela frente.
Além  disso, a simplicidade me faz feliz, poder dormir e comer bem, viajar (saudades disso), fotografar, e principalmente ler e escrever, tudo isso me deixa leve de tão feliz.
Tem outras duas coisinha que vem cada vez me fazendo mais bem: passar alguns dias em Paraipaba (depois que me mudei pra Fortaleza ando valorizando mais ainda cada segundo que passo na terrinha com minha mãe  e meu irmão, não desgrudo deles um segundo) e conseguir conservar amizades, tanto as que nasceram na internet (Oi Miih, rs) quanto as que nasceram no ensino fundamental do Ciep. É isso, não preciso ostentar riquezas ou fazer coisas extraordinarias pra ser feliz, basta aproveitar o que aparece na minha caminhada.

Playlist: Especial Rita Lee

foto-rita-lee-jovem

Nessa playlist de hoje tenho a intenção de mostrar para vocês o quanto essa mulher é diva, sendo merecido o título de mãe do rock. Não vou ocupar muitas linhas falando da sua trajetória, até porque já há muitos sites abordando isso.
Eu sou simplesmente apaixonada pelas músicas dessa mulher, e sua personalidade aparenta ser incrível. Inspiradora.

Espero que por meio dessas 10 músicas que selecionei, vocês possam perceber e se apaixonar pela grandiosidade artística, humana e cultural que há por trás de suas letras e clipes. Come on!

Rita-Lee