Ainda odeio você.

quinSempre nutri um certo ódio por ti. Tá, não é exatamente assim. Sabe quando falam que ódio e amor andam sempre juntos? Acho que é exatamente essa a situação. Sempre fui controladora, nunca deixei ninguém dar a última palavra, muito menos me controlar. Nasci líder.
Mas daí veio você com essa voz rouca tão confortante, tua barba mal feita que cresce tão irregular, tua risada que puxava a minha, teu jeito tão relaxado com a vida e ao mesmo tempo tão confiante! Não sei se tua intenção era me ter sob teu controle, mas conseguiu e eu odeio isso, odeio o poder que você conseguiu ter sobre mim.
Você tinha toda minha atenção, você tinha minha companhia na hora que quisesse, você tinha meu sorriso mais bonito -na verdade ele era todo seu, você era o motivo dele. Eu me via tão segura nos teus braços, nas tuas mãos, era como se nada ali pudesse me afetar. Por ti eu abaixei minhas armaduras, me tornei uma pequena de 1,70m que precisava de alguém que cuidasse dela e que a dissesse o que fazer.
Perdi meu controle e ele foi todo seu.

yanna

Anúncios

Um comentário sobre “Ainda odeio você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s